HomeADVBDO MERCADO - 02/04/13

DO MERCADO – 02/04/13

 

MTO nasce com serviço de transporte ferroviário para carga de alto valor agregado entre Rio e São Paulo 

 

Criada em fevereiro deste ano para atender a demanda de transporte de produtos de alto valor agregado, a MTO anuncia uma nova solução logística multimodal para ligar as duas principais economias do país: São Paulo e Rio de Janeiro. O transporte das mercadorias será feito em trens expressos e diários, utilizando 400 quilômetros de ferrovia da MRS Logística, concessionária responsável pela linha que liga os dois estados e parceira estratégica da operação. Já o serviço de coleta e distribuição nos clientes será feito em veículos adaptados às restrições de circulação das grandes cidades.

A MTO planeja investir R$ 330 milhões até 2020. A empresa irá construir terminais multimodais em Mogi das Cruzes (400 mil m2) e Queimados (300 mil m2), estrategicamente próximos ao Rodoanel, em São Paulo, e ao Arco Metropolitano, no Rio de Janeiro. Nessas unidades, de alto padrão de engenharia, a empresa também vai oferecer serviço de armazenagem. As operações da MTO estão previstas para começar no primeiro trimestre de 2015.

Com sede no Rio de Janeiro, a empresa é controlada pela GranEnergia, holding de logística e óleo & gás do grupo GranInvestimentos, e tem como acionista a Infra Participações, holding dos sócios da consultoria Infra Partners, especializada em seleção e estruturação de negócios no setor.

“Esse é o primeiro passo da GranEnergia no setor de logística, um investimento alinhado com a agenda estratégica do país”, afirma Miguel Gradin, presidente da GranEnergia. O Brasil ainda não explora adequadamente a sua capacidade de logística multimodal e os investimentos da GranEnergia caminham para aproveitar esse espaço”, completa Gradin.

“No Brasil, 60% do transporte de cargas são feitos por rodovias, enquanto nos Estados Unidos esse número é de 29%, com uma melhor distribuição entre os diferentes modais. Nós estamos em um momento de crescimento econômico e nossas rodovias já estão saturadas”, diz André Chiarini, sócio-fundador da Infra Participações e presidente da MTO.

A empresa terá capacidade para armazenar e transportar mercadorias, equipamentos e peças para os seguintes setores: linha branca, linha marrom, eletroportáteis, higiene e limpeza, bazar, além de alimentos, bebidas, têxteis, medicamentos, papelaria, material de construção, fumo, automóveis e óleo & gás.

RELATED ARTICLES
spot_img
spot_img
spot_img