HomeMercadoCovid-19: como preservar a saúde de pessoas físicas e jurídicas?

Covid-19: como preservar a saúde de pessoas físicas e jurídicas?

Enquanto a corrida para se desenvolver medicamentos e vacina eficaz contra a pandemia do Coronavírus movimenta laboratórios do mundo todo, a testagem firma-se como alternativa para orientar empresas e instituições de saúde pública.

Existem três tipos de testes disponíveis atualmente. Para melhor compreender a eficácia de cada um deles, fizemos contato com a diretora Executiva da Inter-Ação Marketing e Serviços, Cintia Bergamo, empresa ligada ao Grupo Biofast, que é especializado em exames laboratoriais de análise clínica e imagem.

O exame do tipo PCR é recomendado quando a pessoa tem sintomas e apresenta o resultado em dois dias. É realizado por profissionais que utilizam método diagnóstico baseado na coleta da mucosa com Swab (uma espécie de grande cotonete produzido à base de fibra sintética com haste de plástico) aplicada como coletor na narina (nasofarínge – NF) ou na faringe posterior, sem tocar a língua do paciente (orofaríngeo – OF). Nada agradável, devido à profundidade com que o Swab precisa atingir em ambos os casos. Detalhe: é o mais custoso do mercado.

O exame de Sorologia detecta a quantidade de duas categorias de Ig (sigla para Imunoglobulinas). Ou seja: a presença dos anticorpos IgM, que indicam infecção na fase ativa; pois eles são os primeiros anticorpos a aparecer quando vírus ou bactérias nocivas atacam o nosso corpo. E a presença do IgG, que também são uma resposta a vírus e bactérias. Porém, atuam na fase mais tardia da infecção – após 10 dias, em geral. O resultado também costuma ser obtido no prazo de 1 a 2 dias. Detalhe: é o tipo de teste mais barato disponível no mercado.

E existe o teste rápido, que de longe é o que se mostra mais viável, em larga escala, por ser autoaplicável e detecta a presença de IgM e IgG em apenas 15 minutos. Basta uma gota de sangue. Por isso, também o mais utilizado em condomínios e empresas dos mais variados portes e ramos de atividade. Contudo, antes da compra o kit do teste rápido, é fundamental verificar qual é a procedência do lote junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa.

Com base nessas informações, é possível que cada pessoa consulte fornecedores e opte pela melhor relação custo-benefício, caso a caso. Entretanto, no que diz respeito às pessoas jurídicas, existe outro fator determinante para escolha da melhor opção. Além de compor medida que favoreça a saúde dos colaboradores, é necessário resguardar a saúde financeira das corporações que demandam deles a mobilidade presencial, ao mitigar eventuais lides trabalhistas.

O conhecimento do histórico recente de cada cidadão aponta se ele teve ou tem coronavírus. Essa informação é fundamental para se tomar os cuidados devidos em uma hipótese ou outra. Na ponta, a gestão de pessoas fica facilitada e isso pode abreviar o tempo para a retomada.

O setor de eventos, como um todo, está entre os mais afetados pela pandemia. Foi um dos primeiros a parar e, tudo indica, seja um dos últimos a retomar. Embora os centros de convenções e outros espaços de eventos já disponham de protocolos para o funcionamento com restrições, o fato é que preciso assegurar condições para a retomada segura.

O trade de eventos, dadas as peculiaridades dessa atividade presencial e sua incompatibilidade com isolamento social, tem procurado se reinventar. Por meio de plataformas digitais, o setor vem promovendo eventos virtuais, enquanto aguarda o sinal verde das autoridades para renascer.

Oscilações no ritmo da contaminação e dos óbitos nas diferentes regiões do país e do próprio Estado de São Paulo geram incertezas. E assim, o medo é uma espécie de sequela imaginária, que influi na tomada de decisão.

No entanto, toda atenção está voltada para o mapa das restrições. O ‘objeto do desejo’ dos promotores de eventos business to business é antecipar a retomada da fase azul, na qual se encontram eventos esportivos e shows, para a fase verde – passaporte fundamental para demonstrar que dentro dos protocolos sanitários definidos é possível manter a saúde dos participantes de eventos b2b.

Nesse contexto, o vice-presidente da ADVB, José Roberto Sevieri, diretor da Proma Eventos, identificou fornecedores, no mercado, de testes rápidos confiáveis e a um custo compatível ao meio corporativo.

Para compra mínima de mil unidades, seja para revenda ou para atender as empresas diretamente interessadas, recomenda-se contatar: 11 3717-0742 e para compras em menor quantidade, 11 3675-2655.

Sobre a ADVB – Em 2020, a ADVB® completa 64 anos e é uma referência para a gestão empresarial no país, ao oferecer opções ricas e diversas para o relacionamento e aperfeiçoamento profissional de quem atua nas áreas de vendas e marketing e na direção das empresas. Cursos, palestras, fóruns, debates e eventos de premiação reúnem personalidades públicas e do mundo corporativo, propiciando ferramentas que auxiliam no desenvolvimento de estratégias de gestão das organizações.

RELATED ARTICLES
spot_img
spot_img
spot_img